• Transforma News

Há 50 anos, o The Doors lançava o clássico álbum “L.A. Woman”


Foto: Reprodução

Em 19 de abril de 1971, o The Doors lançava seu sexto álbum de estúdio, o fantástico “L.A. Woman”. Este seria o último trabalho do grupo com o vocalista Jim Morrison, que morreria três meses após a comercialização do álbum.

A obra incluiu elementos de blues nas suas músicas, uma característica que teve início com o álbum anterior, “Morrison Hotel”. Sem o produtor Paul A. Rothchild, que se desligou da banda por discordar do desempenho dos músicos em estúdio, o grupo ficou mais solto e disposto a gravar um trabalho mais espontâneo, co-produzindo o álbum com o apoio do engenheiro de som Bruce Botnick.

Um mês antes da comercialização do álbum, a banda lançou o clássico single “Love Her Madly”, que alcançou o "Top 20" na Billboard Hot 100. Depois de lançado, o álbum ocupou o nono lugar na Billboard 200 e alcançou a posição 28 na parada britânica. O sensacional single “Riders on the Storm” também obteve sucesso nas tabelas da Billboard e do Reino Unido.

Os jornalistas musicais Richie Unterberger e David Quantick, avaliaram L.A. Woman como um dos melhores álbuns do The Doors, destacando o entusiasmo inabalável de Morrison no seu desempenho vocal, e o regresso da banda às suas origens de rock e blues.

Matéria: Kika Mesquita