• Transforma News

Há 51 anos, o The Doors lançava o clássico "Morrison Hotel"


Foto: Reprodução

Em 09 de fevereiro de 1970, o The Doors lançava seu quinto álbum de estúdio, o icônico Morrison Hotel. O álbum trouxe a assinatura de Jim Morrison em mais da metade das faixas e a participação do vocalista na composição de todas as músicas. As canções retratam uma fase mais madura da banda, que resgatou suas raízes, eliminando quaisquer resquícios de psicodelia de seus primeiros quatro álbuns. Essa mudança no som foi recebida com sucesso comercial e de crítica, já que o álbum alcançou o Top 5 nas paradas de álbuns dos EUA e também se tornou o álbum com maior sucesso da banda no Reino Unido.

A gravação do Morrison Hotel ocorreu em novembro de 1969 com o produtor Paul Rothchild, que produziu todos os álbuns anteriores do Doors. O guitarrista Robbie Krieger co-escreveu cinco das faixas, enquanto o tecladista Ray Manzarek migrou mais para o uso de pianos acústicos e elétricos.

A foto da capa foi tirada (sem permissão) em um estabelecimento real em Los Angeles chamado Morrison Hotel, enquanto a capa traseira é uma fotografia de um bar chamado Hard Rock Café. Embora o álbum sempre tenha sido chamado de "Morrison Hotel" devido à capa, o LP original rotulou cada lado do álbum separadamente: o lado A como "Hard Rock Café" e o lado B como "Morrison Hotel". Isso fez com que alguns se referissem ao álbum com dois títulos, “Morrison Hotel / Hard Rock Café” ou vice-versa.

Produzido em um momento turbulento da banda, o álbum trouxe muitas pérolas como "Roadhouse Blues" e “Peace Frog”, mostrando toda a criatividade e a autenticidade do grupo que mudou a história do rock mundial.

Matéria: Kika Mesquita