• Transforma News

Há 55 anos, os Rolling Stones chegavam ao topo da parada britânica com (I Can’t Get No) Satisfaction


Em 9 de setembro de 1965, os Rolling Stones chegavam ao primeiro lugar nas paradas do Reino Unido com o hino "(I Can't Get No) Satisfaction”. Keith Richards conta que gravou uma versão tosca do lendário riff em um quarto de hotel na Flórida. Ele teve a ideia num sonho, acordou, tocou uma vez, gravou numa fita cassete, e escreveu as palavras I Can’t Get No Satisfaction antes de adormecer novamente. Ele disse que quando ouviu pela manhã, havia cerca de dois minutos de violão antes que se pudesse ouvi-lo soltar a palheta e roncar pelos próximos quarenta minutos. Mick Jagger escreveu a maior parte da letra do que se tornaria um sucesso mundial e transformaria os Stones em divindades do rock.

A canção foi lançada como single nos Estados Unidos em junho de 1965 e também participou da versão americana do álbum “Out of Our Heads”, lançado em julho daquele ano. "Satisfaction" foi um sucesso, dando aos Stones seu primeiro número um em terras americanas. A canção inicialmente foi tocada apenas em estações de rádio pirata, porque sua letra foi considerada sexualmente sugestiva. A canção é considerada uma das melhores canções de rock da história. Em 2004 a revista Rolling Stone colocou "Satisfaction" em segundo lugar na sua lista das 500 maiores canções de todos os tempos.

Matéria: Kika Mesquita

Foto: Reprodução