• Transforma News

William DuVall, do Alice In Chains, vai relançar álbum de sua banda punk na adolescência; confira


Foto: Reprodução / Chuck Gill

O vocalista do Alice In Chains, William DuVall, vai relançar o álbum "1984", que conta com 14 músicas gravadas, ainda na adolescência, com a banda de punk hardcore, "Neon Christ".

O grupo - formado por Randy DuTeau nos vocais, DuVall na guitarra, Danny Lankford no baixo e Jimmy Demer na bateria - tocou ao lado de nomes como Dead Kennedys, Circle Jerks e C.O.C., antes de DuVall se mudar para a Califórnia para se juntar ao “BL’AST!”, que lançou três discos pelo influente selo SST, do guitarrista do Black Flag, Greg Ginn.

O relançamento do álbum, de 1984, chegará no dia 12 de junho pela Southern Lord / DVL. A ideia surgiu depois de um contato de Greg Anderson, do Southern Lord, que sugeriu à banda o relançamento de uma edição de luxo das sessões de estúdio daquele ano.

“Eu tinha planejado fazer uma reedição adequada da Neon Christ através de minha gravadora, DVL Recordings, este ano”, disse William DuVall. "Deve ter sido o momento certo porque, assim que me decidi a fazer isso, Greg, do Southern Lord, estendeu a mão para fazer exatamente a mesma coisa. Eu sugeri que uníssemos forças. Eu admiro o que o selo Southern Lord alcançou. Basta dizer que todos nós da Neon Christ estamos extremamente honrados por haver algum interesse no que fizemos há tantos anos.”

“Eu não ouvia aquela música em um ambiente de estúdio desde quando ela foi originalmente gravada”, acrescenta DuVall. “Eu escrevi essas canções aos 16 anos. Neon Christ é a quintessência da música jovem de uma época tumultuada, tanto em nossas próprias vidas quanto no mundo em geral. Documenta o nascimento de uma nova música e cultura que influenciaria tudo o que veio depois. Adoramos fazer parte dessa cena emergente. Estamos ainda mais orgulhosos agora das contribuições que nós e tantos de nossos amigos fizemos. A energia e as emoções que capturamos permanecem atemporais.”

Cópias digitais de "1984" estarão disponíveis, exclusivamente, via Bandcamp.

Matéria: Kika Mesquita